VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Translate

3 de out de 2016

Após ter monte ocupado por traficantes, evangélicos clamam a Deus: "Oramos pela paz"


Após ter monte ocupado por traficantes, evangélicos clamam a Deus: "Oramos pela paz"

Membros de uma igreja do Rio costumam orar num monte toda última terça-feira do mês. No entanto, nesta semana eles receberam a notícia de que traficantes haviam ocupado o local.







Toda última terça-feira do mês, membros da igreja “Alcançando Vidas” sobem no Monte Oliveira de São Gonçalo, em Amendoeira (RJ), com o objetivo de realizar orações. A denominação tem dez núcleos na região.

No entanto, uma surpresa chegou até o grupo nesta semana: traficantes estavam acampados no alto da colina. Por esse motivo, eles optaram por realizar as orações na sede da prefeitura. Um grupo com mais de 50 pessoas subiu os degraus do local e orou por paz na cidade.

Um dos pastores que estava no grupo, deu mais detalhes sobre o ocorrido. “Fiéis que moram na vizinhança do monte nos alertaram do risco. Por conta da morte de um traficante famoso (Fat Family), alguns homens subiram e acamparam lá para se esconder”. O líder não teve seu nome revelado por motivos de segurança.

“Para preservar os irmãos, optamos por um lugar mais central, e oramos pela cidade”, disse.

Por receio de sofrer retaliações, o grupo preferiu não entrar em contato com a polícia. Por sua vez, a Polícia Militar afirma que não tinha conhecimento sobre as dificuldades para chegar ao local e prometeu uma ação.

Samir Vaz, comandante do 7º BPM de São Gonçalo, disse que o caso será apurado. “Não recebemos qualquer informação sobre isso, mas a Polícia Militar vai apurar o que está acontecendo no local”.

Redenção da cidade
De acordo com membros do grupo, por mais que a nova escolha tenha sido a sede da prefeitura, eles não consideram a ação como um ato de manifestação na sede do Executivo. A escolha do local teria sido apenas por ser central.

O movimento de oração no local, mais conhecido como “Monte da Amendoeira”, é um “projeto de oração pela redenção de uma cidade”. De acordo com o pastor, eles pretendem “abençoar o município para que as pessoas que moram nele tenham paz”.

“Eu tenho 36 anos e era levado para o Monte das Oliveiras pela minha mãe, quando ainda nem sabia andar. Não é fácil ter que deixar de ir a um lugar sagrado para a gente, ainda mais por conta de uma ação tão violenta. Mas acredito no poder da oração e sei que vamos superar isso. Foi a primeira vez que deixei de ir lá, mas quero voltar no mês que vem e quero poder orar em paz pela paz. É o que mais precisamos”, ressalta o pastor.

Fonte: Guiame

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Graça e Paz!
Seja muito bem vindo, comente com moderação e respeito, o espaço está aberto para todos, evite palavras indecorosas e respeite a opinião dos demais comentaristas!!!