VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Translate

15 de dez de 2016

“Papai Noel não existe”, grita pastor para crianças em shopping

“Papai Noel não existe”, grita pastor para crianças em shopping

Pais expulsaram líder religioso do local
       Deixando uma dica para os amados leitores:
Até onde você está disposto ir para dizer a verdade para seus filhos?
      Até onde você está disposto a aprender para ensinar.
              Você se importa com a verdade, ou tanto faz?

Mateus: 10:32-33
Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus.
Mas qualquer que me negar diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus.


 

Foi no shopping Westgate Mall, em Arlington, Texas, onde ocorreu uma cena inusitada no último domingo (11). Formando uma longa fila, crianças esperavam sua vez de falar com o Papai Noel e serem fotografadas ao lado dele. Quando, de repente, um pastor evangélico entra no local e começar a gritar a plenos pulmões que precisava falar “a verdade sobre o Natal”.
“Papai Natal não existe. Ele não é real”, afirmava David Grisham, enquanto os pais presentes o censuravam. O líder religioso defendia que a época natalícia diz respeito somente a Jesus, “que nasceu há 2016 anos em uma manjedoura numa cidade chamada Belém”.

O pastor publicou o vídeo no Facebook, onde queixa-se de ter sido agredido. O material foi visto mais de 2,5 milhões de vezes em pouco mais de 24 horas. Mesmo viralizando, o material acabou sendo removido pela rede social, após centenas de denúncias de que se tratava de “conteúdo impróprio”.
Líder do ministério Last Frontier Evangelism no Alaska, Grisham censurava os pais presentes, pedindo: “Não mintam para seus filhos, dizendo que existe um papai Noel, pois vocês sabem que não existem renas voadoras, nem oficina no Pólo Norte, muito menos elfos que fabricam brinquedos. São vocês que compram os presentes e os colocam embaixo da árvore”.
Dois homens que estavam na fila não gostaram da manifestação e pediram que o pastor se retirasse. Ele insistia que a mentira é um pecado aos olhos de Deus e que era preciso falar a verdade sobre o Papai Noel. Quando se sentiu ameaçado pelos homens, se afastou do local.
Mesmo após o Facebook ter apagado o material original, diferentes cópias começaram a se espalhar na internet, gerando uma onda de críticas ao pastor.
Em vídeos antigos, o pastor Grisham aparece protestando contra a figura do Papai Noel e o “condenando” a ser executado por um pelotão de fuzilamento. Um boneco com os trajes típicos recebe uma saraivada de balas. Com informações de Daily Mail
Assista: 

Fonte: GospelPrime

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Graça e Paz!
Seja muito bem vindo, comente com moderação e respeito, o espaço está aberto para todos, evite palavras indecorosas e respeite a opinião dos demais comentaristas!!!